curso

Teste. When, while the lovely valley teems with vapour around me, and the meridian sun strikes the upper surface of the impenetrable foliage of my trees, and but a few stray gleams steal into the inner sanctuary, I throw myself down among the tall grass by the trickling stream; and, as I lie close to the earth, a thousand unknown plants are noticed by me: when I hear the buzz of the little world among the stalks, and grow familiar with the countless indescribable forms of the insects and flies, then I feel the presence of the Almighty, who formed us in his own image, and the breath of that universal love which bears and sustains us, as it floats around us in an eternity of bliss; and then, my friend, when darkness overspreads my eyes, and heaven and earth seem to dwell in my soul and absorb its power, like the form of a beloved mistress, then I often think with longing, Oh, would I could describe these conceptions, could impress upon paper all that is living so full and warm within me, that it might be the mirror of my soul, as my soul is the mirror of the infinite God!

halie-west-Hgerap2hcXg-unsplash

Honrar dói!

É chegado o momento de decidir pela vida adulta!Mas afinal o que é ser adulta?

Ser adulta é muito mais do que trabalhar e pagar boletos.

É entender que você tem a opção de servir as pessoas com o seu trabalho e deixar um legado. Você pode achar clichê essa minha fala ou achar que não faz diferença alguma você olhar dessa forma, eu escolhi ter uma motivação diária para acordar sete dias na semana por trinta anos e fazer valer a pena cada dia da minha valiosa vida. São escolhas!
É entender que dinheiro não compra tudo, ele te proporciona experiências de vida. É através do dinheiro bem administrado ( definitivamente não da para viver pensando só no hoje) que você vai ter acesso a mais conhecimento, cultura, gastronomia, música, saúde ( mental e física) para se tornar um ser humano melhor. De nada adianta acumular tudo isso se você não praticar com o seu próximo,é preciso viver o autoconhecimento.
É entende que amar é um ato diário de liberdade.
Poderia passar horas aqui falando das inúmeras varáveis de uma vida adulta, mas antes de ela começar é preciso escolher ser adulta.

Mas afinal o que é ser adulta?


Muitos diriam é ser livre, é não dar satisfação a ninguém, é fazer o que quiser ( eu já pensei desta forma). Hoje eu diria que ser adulta é escolher diariamente se amar.

  1. É ir na academia porque você se ama o suficiente para querer você bem, seja mais bonita ou mais saudável.
  2. É escolher a melhor comida para você ter uma mente mais saudável, uma noite mais tranquila e um corpo mais disposto.
  3. É escolher com quem você divide a sua vida, sejam amigos ou companheiros. E não estou falando daqueles que estão sempre para um festa, estes são ótimos também, estou falando daqueles que estão disponíveis a estar contigo independente da situação.
  4. É fazer terapia porque se sabe o valor da saúde mental.
  5. É curtir a sua companhia e não se privar de um bom momento por falta de companhia.

É tanta coisa…
Mas lembra que eu falei que amar é um ato de liberdade, pois é, mas também é um ato de responsabilidade.
Não devemos satisfação pra ninguém: certo! Mas também ninguém te lembra de nada!
Ir a academia é escolha!
Comer bem é uma escolha!
Escolher suas companhias é uma escolha…

Se amar é uma escolha e as únicas pessoas com condições de escolher são os adultos, ou você já viu alguma criança decidir algo sensato? Elas precisam de suporte para um dia também serem livres e responsáveis por si.
O que eu desejo a você é o que eu desejo a mim, que eu honre todo o suporte que eu recebi dos meus pais e escolha diariamente me amar pois só assim terei vida.

Escrito por Aline Vieira da Rocha em construção…

É possível errar?

Errar é humano: quantas vezes ouvimos essa frase? Com certeza muitas vezes, nem que seja apenas pelo ditado já automático nas nossas bocas. Mas quantas vezes você se permitiu viver esta frase?

Talvez se eu contasse uma história minha com um contexto igual ao seu, você poderia me dizer coisas lindas por empatia a minha dor ou ao meu erro. E para minha alegria, você seria uma benção em meio aos meus auto julgamentos e me ajudaria a ter mais discernimento. Esclarecendo pra mim a minha real situação: a de uma humana. Sairia olhando a vida de forma mais amorosa e podendo ser grata a tudo, inclusive pela sua vida, propagando mais amor por tudo e por todos.
Iria trabalhar melhor, cuidar mais de mim, ter mais intimidade com Deus por um simples ato de amor que você teve por mim ( pelo menos as oportunidades eu teria). Mas você não!

  • Você não merece ser amada!!
  • Você não merece ser perdoada!!
  • Você não merece seguir em frente!
  • Você não merece ser imperfeita!
  • Você não merece viver bem!!

É isso que você pensa de você quando não se permite errar.
Deixa eu te dizer uma coisa, errar faz parte do seu processo de crescimento e machuca apenas um lugar da sua identidade: o EGO. Orgulho feriado que se diz. Quando se opta em alimentar a idéia de uma vida perfeita se da as costas para a vida e ficamos abraçados com a morte: isso mesmo, ninguém que vive é perfeito!

Você tem inúmeras características que juntas te definem, olhe para cada uma delas com gentileza:
ah, mas eu sou teimosa! Que bom, pode ser uma mulher persistente se você quiser
ah, mas eu falo demais! Que bom, pode ser uma ótima conselheira se você quiser
ah, mas eu penso demais! Que bom, pode ser uma pessoa organizada e prevenida se você quiser.
ah, mas eu sou muito intensa! Que bom, vai pode aproveitar todas as oportunidades da sua vida se você quiser.
ah, mas sou muito tímida! Que bom, pode ser uma ótima ouvinte se você quiser.
ah, mas sou muito envergonhada! Que bom, pode ser uma ótima observadora se você quiser.

Ah, mas eu reclamo demais!!

E aí chegamos no ponto que não tem mais saída, nas realidade não é que não tem mais saída é que não aceitamos quem somos e escolhemos reclamar e continuar alimentando nossa frustração, nosso orgulho, nossos medos…
Todos nós temos medos, inseguranças e falhas mas com um pitada de alma para se amar como se é e de intuição para se dar passos mais assertivos temos tudo o que precisamos para um bom caminho de aprendizado.

Mas aonde você estava quando você estava quando errou?

Como você estava quando errou? Podia estar apenas distante de você mesma.
Lembra do que você faria por mim se tivesse no seu lugar?Faça a mesma coisa por você: seja gentil!
Isso é uma linda prova de amor por você.

Escrito por Aline Vieira da Rocha

É preciso escolher!

Nem sempre o que vimos e/ou ouvimos sobre a vida dos outros, sobre o jardim do vizinho nas redes sociais e até mesmo pessoalmente é sua total verdade. Em meio a tantos estímulos de mulheres perfeitas, profissionais perfeitas, mães perfeitas, ficamos muitas vezes nos questionando: será que só eu que não sou perfeita?

Será que só eu que erro?
Será que sou só eu que não estou feliz o tempo todo?
Será que só eu não sou totalmente feliz?
Será que só eu que não tenho filhos?
Será que só eu não casei ainda?
Será que só eu não tenho sucesso?

Ficamos tanto tempo olhando para o outro e muitas vezes desejando a vida do outro que nos afastamos de nós mesmas.

É necessário parar: parar de se comparar, de se criticar, de se diminuir e depositar no outro tudo o que não enxergamos de belo em nós mesmos.
É necessário ouvir a voz que vem do nosso coração e ser preenchida pela paz da nossa verdade: a verdade de quem nós somos!

De que cada uma de nós é unica!
De cada uma de nós é amada!
De cada uma de nós é linda!
De cada uma de nós tem um valor imensurável!
De cada uma de nós é capaz!
De cada uma de nós tem a oportunidade de fazer diferença na vida das pessoas apenas sendo nós mesmas e fazendo disso um propósito.

Mas, muitas vezes seguir em frente da medo: medo de olhar pra si, medo do novo, medo do que não se pode controlar, e para isso precisamos começar aceitando que não temos controle. Queremos nos enganar acreditando que somos como Deus que tem controle sobre todas as coisas e com isso mais uma vez deixamos de viver as nossas vidas olhando para feridas que já estão curadas e cicatrizadas como cadáveres em decomposição esperando pelo enterro.
As suas feridas fazem parte da história e mostram o como você chegou até aqui mas elas não te definem.

Chegou a hora de com muita gratidão e amor encerrar este ciclo e encontrar as suas respostas no seguir, até porque só se consegue superar o que se permite acontecer.
Eu escolho seguir, e você vem comigo?

Escrito por Aline Vieira da Rocha

Recomeçar

São muitas as vezes em que precisamos recomeçar assim como são inúmeras as vezes que resistimos o RECOMEÇAR!

Recomeçar requer que cada uma de nós deixe para trás e libere perdão para o que muitas vezes foi a maior ou uma das maiores da sua vida. São muitos os momentos de raiva, ódio, frustração, questionamento e isolamento, porque nessas horas nenhum conselho serve : vai passar!!!! Deus tem um propósito na sua vida!! Foi livramento!
Que merda!!

Ninguém quer ouvir isso. Queremos apenas sentir a merda da dor porque não conseguimos nem lidar direito com isso: dias sem uma alimentação decente, noites em claro, litros de choro e um enorme questionamento: PORQUE COMIGO?

E ao longo dos dias a raiva vai dando lugar a irritabilidade, acrescida a uma leve indiferença, até que chega o perdão e o amor. Independente do tempo, é possível perdoar e se perdoar.
E aí, tudo faz sentido!!
No meu caso foi um livramento!! O que ficou depois de tudo isso? Gratidão!
Porque hoje sou quem eu sou, graças a cada pessoa que passou pela minha vida.
Amigos que não era amigos!
Colegas que era amigos do peito!
Novos amigos! Velhos amigos!!
Pacientes!!
Amores: bons e ruins!
Mas acima de tudo a minha origem que me deu um legado suficiente para eu ser a mulher maravilho que eu sou hoje. Por isso, desafio a você que está lendo e está passando por uma fase difícil simplesmente ser você neste momento seja sendo rebelde, ingrata ou egoísta.

Se permita sentir, o que é diferente de alimentar a raiva, a ingratidão ou o egoísmo!!

Você está no seu recomeço!!!

O que vem depois, não sei ao certo…só sei que eu paguei para ver!!
Sozinha seria impossível, por isso se junte a mulheres e se fortaleça.
Para uma também ver com seus próprios olhos que a sua dor pode se transformar em uma benção.

Escrito por Aline Vieira da Rocha

Amor e Sexo no mundo – Netflix

Assistir ao documentário da CNN apresentado pela jornalista Christiane Amanpour: Amor e Sexo no mundo me fez refletir sobre o quanto a liberdade sexual de um país está ligada ao quanto de liberdade existe dentro das mais diversas religiões.

Liberdade é quando existe a oportunidade de escolha, logo liberdade sexual é ter liberdade no sexo para poder escolher: quando fazer sexo, como fazer sexo, com quem fazer sexo e se quer fazer sexo.

Cada grande cidade mostrou sua carência nos relacionamentos: Tóquio é carente de sentimentos, um grande grito de liberdade em Tóquio e poder expressar o que sente. Já Délhi mostra uma carência de respeito as mulheres, com uma realidade onde assédio e estupros são comuns e com isso colocando a cidade como a quarta cidade mais perigosa no mundo para as mulheres. Seu grito de liberdade: RESPEITO.

Beirute, uma cidade onde mulheres e homens vivem o presente como se fosse o seu último dia de vida por incerteza do futuro, ainda precisam conquistar direitos legais as mulheres como o divórcio e a guarda compartilhada dos seus filhos. IGUALIDADE
Após duas cidades distantes da sua sexualidade e dos sentimentos, aparece Berlim nos dando uma lição de educação sexual sendo ministrada nas escolas de forma igual para meninos e meninas proporcionando uma naturalidade sexual e corporal. Seu grito de liberdade já é a EDUCAÇÃO.
Mas depois de um suspiro de esperança nos é mostrada a realidade de Acra, onde meninas são estupradas, adultérios pela parte dos homens aceitos e mulheres educadas a servir seus homens no sexo sem ao menos pensar no seu. Essas mulheres gritam por LIBERDADE!!
Por último vemos Xangai, uma cidade que nos últimos 30 anos teve um grande crescimento econômico mas que ainda busca por crescimento e amadurecimento em seus relacionamentos. Liberdade em uma cidade onde se ensina a controlar sua emoções, controlar seus desejos sexuais é poder se conectar com as pessoas e expressar através do seu corpo e de seus atos os seus SENTIMENTOS.
Mas afinal, o que é liberdade sexual? E como a liberdade sexual pode estar ligada a liberdade religiosa?
Liberdade é quando existe a oportunidade de escolha, logo liberdade sexual é ter liberdade no sexo para poder escolher: quando fazer sexo, como fazer sexo, com quem fazer sexo e se quer fazer sexo.
Como ser livre em uma sociedade que não permite que as mulheres menstruem ( vai atrapalhar na produtividade), tenham filhos ( é uma profissional considerada ausente e cara), engordem (baranga), sintam ( histeria)…sejam mulheres! Que nos cala através da VIOLÊNCIA!
Cala os sonhos de uma meninas quando é estuprada!
Cala a voz de uma mulher quando é abusada!
Cala a voz de uma mulher assediada no trabalho!
Eles querem nos matar!!!! Porque?
Poderia gastar um tempo aqui tentando entender o porque de tanta violência, mas nada justifica a violência contra um ser vivo. Nada e nem ninguém! Muito menos usar a religião para violar os direitos de uma mulher.
Não estou aqui levantando a bandeira de nenhuma religião, pois infelizmente a violência está em todas elas: temos denominações cristãs que apoiam violência doméstica colocando em 40% o número de mulheres cristãs que sofrem violência doméstica, mulheres muçulmanas sendo assediadas, estupradas e sem direito algum sobre seus relacionamentos e filhos, meninas sendo sacrificadas em rituais religiosos..tudo em nome de Deus?
Não!!
É o ser humano que está longe do amor de Deus, é o ser humano que está cada vez mais endurecido, é o ser humano que está cada vez mais egoísta, é o ser humano que está miserável. Rico em celulares, computadores, aptos, carros, viagens, boa comida e pobres de espírito e de caráter: é o ser humano que está buscando preencher seus vazios com os desejos da carne. Isso é religiosidade!!
Precisamos renascer como sociedade!!
Precisamos deixar para trás a vaidade, a soberba, a preguiça, a inveja, a luxúria, a ira e a gula, formas de violência para a outro e para nós mesmas, e dar espaço para: AMOR!!
Em amor nós conseguimos respeitar as diferenças de gênero, em amor nós conseguimos respeitar as diferenças de sexualidade, em amor nós conseguimos respeitar as diferenças raciais, em amor nós conseguimos respeitar nossas diferenças sócio-econômicas..em amor nós lutamos uns pelos outros : lutamos pela voz que é calada, pela educação que não é dada, pela saúde que falta, pelo salário baixo, pelos direitos legais ultrapassados, pela comida que falta, pelo teto que não tem, que família que perdeu…lutamos por amor!!
Amor para sermos amados como somos!!

” Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o filho unigênito para que todo aquele que crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Jo. 3:16

Escrito por Aline Vieira da Rocha