É possível errar?

Errar é humano: quantas vezes ouvimos essa frase? Com certeza muitas vezes, nem que seja apenas pelo ditado já automático nas nossas bocas. Mas quantas vezes você se permitiu viver esta frase?

Talvez se eu contasse uma história minha com um contexto igual ao seu, você poderia me dizer coisas lindas por empatia a minha dor ou ao meu erro. E para minha alegria, você seria uma benção em meio aos meus auto julgamentos e me ajudaria a ter mais discernimento. Esclarecendo pra mim a minha real situação: a de uma humana. Sairia olhando a vida de forma mais amorosa e podendo ser grata a tudo, inclusive pela sua vida, propagando mais amor por tudo e por todos.
Iria trabalhar melhor, cuidar mais de mim, ter mais intimidade com Deus por um simples ato de amor que você teve por mim ( pelo menos as oportunidades eu teria). Mas você não!

  • Você não merece ser amada!!
  • Você não merece ser perdoada!!
  • Você não merece seguir em frente!
  • Você não merece ser imperfeita!
  • Você não merece viver bem!!

É isso que você pensa de você quando não se permite errar.
Deixa eu te dizer uma coisa, errar faz parte do seu processo de crescimento e machuca apenas um lugar da sua identidade: o EGO. Orgulho feriado que se diz. Quando se opta em alimentar a idéia de uma vida perfeita se da as costas para a vida e ficamos abraçados com a morte: isso mesmo, ninguém que vive é perfeito!

Você tem inúmeras características que juntas te definem, olhe para cada uma delas com gentileza:
ah, mas eu sou teimosa! Que bom, pode ser uma mulher persistente se você quiser
ah, mas eu falo demais! Que bom, pode ser uma ótima conselheira se você quiser
ah, mas eu penso demais! Que bom, pode ser uma pessoa organizada e prevenida se você quiser.
ah, mas eu sou muito intensa! Que bom, vai pode aproveitar todas as oportunidades da sua vida se você quiser.
ah, mas sou muito tímida! Que bom, pode ser uma ótima ouvinte se você quiser.
ah, mas sou muito envergonhada! Que bom, pode ser uma ótima observadora se você quiser.

Ah, mas eu reclamo demais!!

E aí chegamos no ponto que não tem mais saída, nas realidade não é que não tem mais saída é que não aceitamos quem somos e escolhemos reclamar e continuar alimentando nossa frustração, nosso orgulho, nossos medos…
Todos nós temos medos, inseguranças e falhas mas com um pitada de alma para se amar como se é e de intuição para se dar passos mais assertivos temos tudo o que precisamos para um bom caminho de aprendizado.

Mas aonde você estava quando você estava quando errou?

Como você estava quando errou? Podia estar apenas distante de você mesma.
Lembra do que você faria por mim se tivesse no seu lugar?Faça a mesma coisa por você: seja gentil!
Isso é uma linda prova de amor por você.

Escrito por Aline Vieira da Rocha

Tags: Sem tags
0

Deixe seu comentário

Seus dados não serão publicados!